sábado, 21 de maio de 2011

As Deusas de Hollywood: Marilyn Monroe (Parte 3)

Após fazer All About Eve (1950), Marilyn assinou contrato de sete anos com a 20th Century Fox. Seu agente, Johhny Hyde (1895/1950) lhe conseguiu não só o contrato, mas também uma pequena "afinação" no nariz, como podemos ver me fotos de "antes" e "depois":

  ANTES

DEPOIS

Em 1951, Marilyn se matriculou na UCLA (University of California, Los Angeles), onde estudou Literatura e Apreciação de Arte. Enquanto isso, fez alguns filmes menores, como As Young as You FeelLove NestLet's Make It Legal (todos de 1951). Neste último, ela contracenou com Claudette Colbert e Robert Wagner. Abaixo, cena do filme:

video

Em 1952, aos 26 anos, Marilyn apareceu na capa da revista Life, e deu uma entrevista onde contou que tirou fotos nua, em 1949, para "pagar o aluguel". Nessa mesma época, ela começou a namorar o jogador de baseball Joe DiMaggio (1914/1999). Abaixo, o casal:


Ainda em 1952, Marilyn Monroe fez os seguintes filmes: O. Henry's Full HouseMonkey Business (dirigida por Howard Hawks, com Ginger Rogers e Cary Grant)Clash by Night (dirigida por Fritz Lang), We're Not Married! (novamente com Ginger Rogers) e Don't Bother to Knock (seu primeiro papel principal). Abaixo, Marilyn em Don't Bother to Knock:


Marilyn Monroe finalmente chegou lá. Era uma loira platinada, belíssima, cada vez mais famosa e agora, protagonista de filmes. Em 1953, ela fez três, daqueles que podemos chamar de "memoráveis"

a) Niagara: no filme dirigido por Henry HathawayMarilyn era Rose Loomis, casada com George (Joseph Cotten), e pretendia matá-lo. 


b) Gentlemen Prefer Blondes: nesse filme, dirigido por Howard Hawks, Marilyn era Lorelei Lee que, com sua amiga Dorothy, (Jane Russell), procuravam arranjar maridos ricos. A cena de Marilyn cantando Diamonds Are A Girl's Friend entrou para a História do Cinema:

video

c) How to Marry a Millionaire: neste filme, dirigido por Jean Negulesco, Marilyn era Pola Debevoise. Juntamente com suas amigas Schatze Page (Lauren Bacall) e Loco Dempsey (Betty Grable), ela procurava arrumar, como dizia o título, um milionário.


Em 1953, estreou a Playboy, e o pôster do número 1 foi a foto que Marilyn tinha tirado, em 1949:


E foi em 1953 que os vestidos de Marilyn começaram a ser comentados:

O dourado, usado numa festa:

O rosa, usado em Os Homens Preferem as Loiras

O vermelho, usado em Como Agarrar Um Milionário


Para completar, foi em 1953 que ela conseguiu descobrir o "olhar" que os produtores queriam, para compor o mito. Em Niagara, treinaram várias vezes, até conseguir chegar ao efeito desejado. Dali em diante, ela sempre fez aquele olhar, para tirar fotos...

segunda-feira, 16 de maio de 2011

As Deusas de Hollywood: Marilyn Monroe (Parte 2)

Como vimos, a carreira de Marilyn Monroe (bem como seu nome artístico), começaram em 1947.


É interessante percebermos que, aos 21 anos, ela não era nenhuma "deusa", apesar de ser bonita. Mas sem o glamour que iria ter, nos anos seguintes...

O primeiro filme em que Marilyn Monroe apareceu foi The Shocking Miss Pilgrim (1947). Nele, ela interpretou uma telefonista, e seu nome nem foi creditado:




Depois ela apareceu em Dangerous YearsGreen Grass of WyomingYou Were Meant for MeScudda Hoo! Scudda Hay! Os três últimos só foram lançados em 1948. Abaixo, Marilyn Monroe, na cena em que aparece como Evie, a garçonete, no filme Dangerous Years, de 1947:


video


Após fazer esses filmes, ela foi dispensada pela 20th Century Fox e fez algumas fotos nua, além de posar para Earl Moran (1893/1984) criar suas pin-ups. As pin-ups eram mulheres sempre mostradas em poses joviais, e carregadas de sensualidade. E Marilyn era a modelo perfeita para as pin-ups, como podemos ver abaixo:




Ainda em 1948, Marilyn assinou um contrato de seis anos com a Columbia Pictures. Seu primeiro filme, na nova empresa, foi Ladies of the Chorus, um filme que não fez sucesso e Marilyn não teve muito lucro:


video


Em 1949, ela apareceu num filme dos Irmãos Marx, chamado Love Happy:


video


Ainda em 1949, ela fez as famosas fotos com o fotógrafo Tom Kelly (1914/1984). Essas fotos ficariam famosas anos mais tarde, quando Hugh Hefner (1926/) as usou, na edição número 1 da Playboy (1953);




* espero não ser censurado por uma foto sexy de 1947...


Em 1950, ela participou de seis filmes:


1) A Ticket to Tomahawk: ela faz Clara, e se veste de amarelo, numa cena de dança: 


Veja: http://www.youtube.com/watch?v=1boMOt-O4S4

2) Right Cross: ela faz uma pequena cena, num restaurante:




Veja: http://www.youtube.com/watch?v=YkLOh9lkBko

3) Home Town Story: novamente, um pequeno papel, uma secretária de nome Íris:




Veja:  http://www.youtube.com/watch?v=OI3vGX7Fv2o

4) The Fireball: várias cenas, como Polly:


 Veja: http://www.youtube.com/watch?v=2VhibI1dMbU

5) The Asphalt Jungle: num filme dirigido por John Huston, num papel pequeno (Angela), mas fundamental:




 Veja: http://www.youtube.com/watch?v=orpyqkjWwRg

6) All About Eve: ela vive Claudia, num filme onde brilhou Bette Davis:




video


Em 1950, Marilyn Monroe tinha apenas 24 anos, e já estava atuando com astros e estrelas, como Bette Davis, Anne Baxter, Dick Powell, Ricardo Montalban, Lionel Barrymore, Betty Grable e Mickey Rooney. E isso era só o começo... Ela já começava a se tornar mais que uma simples atriz...



domingo, 15 de maio de 2011

As Deusas de Hollywood: Marilyn Monroe (Parte 1)

Nem só de Mitologia Grega, Nórdica e Egípcia vive o homem. Ele também criou os mitos modernos, deuses em suas áreas e especialidades, que se "distanciaram" dos meros mortais, e alcançaram a "divindade". Hoje, falaremos de uma dessas "divindades", uma das maiores: Marilyn Monroe.

Norma Jean Mortenson nasceu em Los Angeles, Estados Unidos, no dia 01 de junho de 1926. Logo após o nascimento, seu nome foi mudado para Norma Jean Baker.Sua mãe era Gladys Pearl Baker e o pai, ao menos na certidão, é Martin Edward Mortensen. Na verdade, eles se divorciaram antes do nascimento de Norma Jean. Ela mesma acredita que o pai verdadeiro era Charles Stanley Gifford, do qual ela viu uma foto, quando pequena. Abaixo, o bebê, em 1927:




Gladys era mentalmente instável. Por isso, Norma foi criada por um casal da Califórnia, Albert e Ida Bolender, até os sete anos. Abaixo, Norma (esquerda) e uma amiguinha, em 1930 (ela tinha 4 anos):


Em 1933, Gladys comprou uma casa, e foi morar com Norma Jean. Mas logo seu estado piorou, e ela foi internada. Norma Jean ficou sob a guarda de Grace McKee. E foi com Grace que Norma Jean começou a ir ao cinema, ver Jean Harlow, e se encantar por sua magia...Abaixo, Norma Jean em 1933:


Em 1935, Grace se casou, e Norma Jean foi mandada para um orfanato, e passou a viver de casa em casa. Em 1937, ela voltou a viver com Grace. Mas o marido dela, "Doc" Goddard, tentou abusar da menina várias vezes. Por isso, Grace decidiu enviá-la para sua tia-avó, Olive Brunings. Mas um dos filhos dela agrediu a menina, provavelmente de maneira sexual. Abaixo, Norma Jean em 1937, com 11 anos:


Em 1938, ela foi enviada para ficar com outra tia de Grace, Ana Lower. Nessa época, sua vida se estabilizou um pouco. Tanto, que ela conheceu um rapaz, e começou a namorá-lo. Seu nome era James Dougherty (1921/2005). Abaixo, Norma Jean em 1941, aos 15 anos:




Em 1942, os Goddard se mudaram para a Virgínia, mas não levaram Norma Jean. Para que ela não voltasse para um orfanato, Grace convenceu James Dougherty a se casar com Norma Jean. Ele com 21 anos, e ela com 16 anos...Em 1943, ele foi para a Guerra. Abaixo, a foto do casamento, em 1942:




Enquanto o marido estava na Guerra, Norma Jean começou a trabalhar numa fábrica de munições. Nessa época, o fotógrafo David Conover tirou uma foto dela, e a encorajou a seguir uma carreira, mas talvez com os cabelos mais claros (Jean Harlow e Lana Turner eram os modelos). Abaixo, a foto que David tirou de Norma, em 1945:




Logo, ela começou a fazer sucesso, e apareceu em várias capas de revista. Quando James descobriu, avisou que ela teria que parar, quando ele voltasse. Entre a carreira e o marido, Norma Jean preferiu a carreira. Assim, em 1946 o casamento acabou...Abaixo, Norma Jean em 1946:




Norma Jean logo foi "descoberta" por Hollywood: Ben Lyon (1901/1979), executivo da 20th Century Fox a contratou, por 125 dólares por semana. E, num final de semana, Lyon e sua mulher, a atriz Bebe Daniels (1901/1971) a ajudaram a escolher um novo nome: Marilyn (em homenagem à atriz Marilyn Miller - 1898/1936) e Monroe (sobrenome de solteira de sua mãe). E assim, começou a carreira de Marilyn Monroe, em 1947, aos 21 anos: